quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Criador, criatura

Deus vos ampare com muito amor,

Qual criatura desamparada, rogamos a proteção do Pai Celeste. Permitindo nascer em nosso íntimo, a fonte pura do perdão indulgente.

Refletimos todos, junto a isso, preces calorosas à Jesus. Tudo o que temos, tudo o que somos, é de Deus... logo, nada possuímos, e tudo nos é, em verdade, emprestado.

Sigamos em frente, com passos firmes e vigorosos, sem abalar e desistir. A força está na tribulação, quando somos fracos, aí nossa força.

Sagrada oração, oremos sempre. Para que tenhamos força, quando:

O mal nos atingir, retribuirmos com o bem;

A mentira nos enganar, retribuirmos com a verdade;

A calúnia nos machucar, retribuirmos com o silêncio;

A ofensa nos desiludir, retribuirmos com o perdão;

A dor nos desequilibrar, retribuirmos com o consolo.

Busque sempre, e acharás. Somos mais frágeis do que malévolos, mais fracos do que malignos.

Fazendo o bem, nos conduzimos para o melhor, de nós e em Deus.

Salve,

Apleael, teu humilde guardião

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Não empreste

Mensageiro,

Obrigado pelas orações. Retribuimos com esses simples conselhos:

Não emprestes tuas mãos ao crime, liberta antes de tudo;

Não emprestes teus ouvidos à calúnia, abençoa antes de tudo;

Não emprestes a tua lingua à maledicência, silencia antes de tudo;

Não emprestes a tua virilidade ao abuso; reserve-se antes de tudo;

Não emprestes à tua fala à eloquência; não busque o destaque vaidoso.

Quando orar, eleva os teus pensamentos a Deus.

Fui agredido, humilhado, cuspido e maltratado... jamais revidei. Posteriormente descobri, alegremente, que estava pagando cada centavo das minhas desditas aventuras.

Preserve-se do erro, pagamos todos, por cada um deles.

Deus nos proteja.

Erick, mendigo

Nota do Médium: Parece que este Espírito, hoje um dos guardiões espirituais de nosso município, teve uma de suas últimas encarnações como mendigo. Habitante das marquizes e alpendres, esquecido e desamparado, vem a desencarnar no rigoroso inverno de 1956.



segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Santo, Santo

Senhor Jesus,

Não somos dignos, mas diga uma palavra e seremos libertos. Tu és a verdade Senhor, e só a Verdade pode quebrar nossos grilhões.

Torna-nos puros Senhor, livrando-nos do nosso próprio veneno. Te amamos. Somos em ti, tudo o que poderemos ser, queremos alcançar a perfeição, tal como o Senhor nos convidou.

Anima-nos, tocando os nossos corações;

Emociona-nos, envolvendo-nos em Vosso Santo Amor;

Ergue-nos, com Teus braços de caridade;

Rejubila-nos, com a Tua presença;

Perdoa-nos, com Vossa Misericórdia divina;

Ilumina-nos, com Teus ensinos sagrados.

Estamos presos na matéria Senhor, tenha piedade. Sofremos as fortes dores de nossas dívídas, alivia-nos. Fortaleça-nos nas mais vigorosas provas.

Amém.

Pastor Richmound, desencarnado em Ontário em 1992.

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Perdão incondicional

Boa noite irmão,

Só quem sentiu a dor da chibata sabe o que é engolir a mágoa e o ódio. Foi no calor do lombo ardente que adestramos o perdão. Seja a quem for, qualquer que seja o motivo, perdoe. As emoções dominam as pessoas que menos suspeitamos (isso inclui pai, mãe, filhos, irmãos).

Receba a chibata do orgulho como uma espécie de adestramento. Treino preparatório para muitas batalhas do porvir. Permita-se acalmar, esqueça a ofensa; acredite: não vale a pena.

Mensageiro, tenho te acompanhado de perto, e vejo o quanto já evoluistes, mas ainda falta muito. É preciso coragem, força, e vigor moral. O bem é sempre o bem, é preciso trabalhar.

A ociosidade tem sido o maior impecílho ao desenvolvimento moral. É preciso extirpar a preguiça com o suor do nosso trabalho. Vestir nossos corpos com escravos trajes e máxima humildade como o Mestre Jesus.

Não há outra saída a não ser o Amor e a Caridade. Doe mais, mais perdão, mais amor, mais luz. Palavras doces só saem de corações puros. Lembre-se não se pode brotar uvas dos espinheiros.

Seja Luz,

Ambrósio, Preto Velho