quinta-feira, 27 de março de 2014

Querida amiga

Te saudamos pelo teu vigésimo segundo aniversário,

Queremos te parabenizar, através de um abraço simbólico, pelo teu dia. Aliás, data muito importante, que escolhestes para nascer na terra. Neste dia, iluminada por muito amor e paz, recebeste em teus braços membros importantes da tua família.

Aproveita agora minha filha, jamais desista. Teus sonhos jazem nítidos na tua mente. De agora em diante segue com fé maior, com mais confiança, tendo a certeza de que nunca te abandonaremos.

Tua missão na terra é uma das mais delicada e importante: a educação de espíritos rebeldes. Oremos por eles. Deus te armou com uma paciência rara, que somente almas generosas possuem. Use-a na instrução daqueles pequeninos que te procuram. Assim observamos as tuas ferramentas:

Quando uma criança sofre, aplicas o amor;

Quando um menino chora, aplicas a doçura;

Quando uma menina resmunga, aplicas a bondade;

Quando um bebê sorri, estendes os teus braços;

Quando um aluno ignora, aplicas o ensino elucidativo;

E, quando todos eles se juntam para solicitar a tua atenção, teu coração explode em divina paciência.

Por tanto, estamos felizes em te desejar Feliz Aniversário! Permaneça sempre no caminho certo, como tens seguido, para que as dádivas se multipliquem cada vez mais e mais.

Cordialmente,

Sistrino, anjo guardião

terça-feira, 25 de março de 2014

Psicografia de Maria de Fátima Oliveira

Querida mamãe,

Sinto muitas saudades. Fico inconsolável ao te ver chorar. Sei que parti cedo demais, infelizmente não tem mais volta. O carro veio do nada, não o escutei se aproximar, muita velocidade e, depois, nada vi. Nada senti, acordei-me uns dias depois ao lado do tio Adão. Ele disse que eu tinha passado por um momento delicado, e que logo eu entenderia tudo.

Me desculpa mãe, eu deveria ter olhado para os lados, não queria te fazer sofrer. Não fica com ódio do motorista, ele já vai ter que sobreviver com a própria consciência.

Eu deixei um diário, em baixo da cama, com um pouco da minha história. Se quiser leia, e se desejar escreva um livro com ele, sei que a senhora gosta dessas coisas. Eu me arrependo de cada briga nossa, me perdoe, se o tempo voltasse atrás jamais te contrariaria.

Eu sinto falta das tuas risadas, do teu cheiro, da casa. Ore por mim mãe, a saudade é tão forte aqui desse lado. Dê aquele vestido laranja, com barras azuis pra mana, ela queria faz tempo. Doe as minhas coisas para o brechó, lá sempre tem alguém que quer.

Cuida do Toby, meu cachorrinho, parece que estou vendo ele. Diga para o Roger que eu sei o que ele andava fazendo, mas que não estou brava, que eu o perdoo e que sei que ele me amava. Diga a ele que eu o amo.

Me perdoa mãe, por ter ido mais cedo, mas tenhas a certeza de que nos encontraremos.

Espero que consigas ler esta carta,

Abraço apertado!

Maria de Fátima

segunda-feira, 24 de março de 2014

Semente do bem

Compaixão, luz que te livra do mal...

Sabemos, como poucos, que o mal nasce em nós mesmos através da:

Vingança... desenfreada, irracional e doentia;

Calúnia... mentirosa, desastrada e maledicente;

Inveja... pretensiosa, envenenada e de olho gordo;

Perturbação... ignorância, desinformação, loucura;

Má vontade... preguiça, ociosidade e sedentarismo;

Por outros motivos nos tornamos ainda mais violentos e revoltosos através do:

Ódio... rancores, mágoas e ofensas;

Crime... homicídio, suicídio e parricídio.

Surge, no nosso íntimo, todos os dias a semente do mal. Cabe a nós mesmos não fazê-la brotar.

Precisamos de muita compaixão por nós mesmos, pelos outros demais e por nossas famílias.

Desse modo, deixar brotar no nosso íntimo as sementes de paz, esperança, amor e caridade... todas elas regadas na sementeira da humildade e compaixão.

Fazei aos outros exatamente o que desejarias para ti! Eis a regrinha básica do jardineiro.

Visgo Lepúrio, minha presença nos aromas do Jasmim.

Não basta

Não basta ser livre, é preciso ser responsável.

Não basta se generoso, é preciso ser indulgente.

Não basta ser caridoso, é preciso ser humilde.

Não basta se afável, é preciso ser doce.

Não basta ser misericordioso, é preciso ser acolhedor.

Não basta buscar a perfeição, é preciso encontrá-la em si mesmo.

Não basta perdoar, é preciso conciliar-se com o adversário.

Não basta trabalhar, é preciso disciplina.

Não basta curar, é preciso ensinar a ser saudável.

Não basta evangelizar, é preciso dar o exemplo.

Não basta instruir-se, é preciso praticar o que aprende.

Plísius, Espírito Guia

Corrente do Amor

O amor começa em ti e está contigo. Para transmiti-lo basta um sorriso doce e uma alma quebrantada. Leva o amor, portando também a felicidade de alguém sem grilhões do passado.

Eleva-te acima dos humanos,
Eles nada entenderão,
Na dura ofensa,
Quando ouvirem o teu perdão.

Sopro de acalento divino que flui afável através da tua caridade. Pratique sem cessar a doação do amor que recebes, tendo na paciência e na tolerância dois grandes aliados nas batalhas contra o mal.

Das beiradas dos abismos sem fim,
Saístes sem mácula e dor,
Andaste reto em direção a mim,
Guiado pelo rastro de amor.

Tudo que tens de Deus é. Tudo o que és a Deus daí graças. Consola e perdoa, amando sempre e elimina do coração as impurezas ainda insistentes. Que sejamos dignos da atenção dos bons Espíritos, para que tenhamos nas mãos o fluído curativo da benção.

O desencarne é a chave da cadeia,
Libertando-se alcança a misericórdia,
Lágrimas nos olhos de um coração que incendeia,
Com a divina paz da Concórdia.

Espírito de Concórdia, martirizada em Auschwitz na páscoa de 1944.

Recorte

Usando a tesoura da razão, recorte do seu passado as lembranças que te feriram.

Coloque-as numa espécie de mural da mente. Vê? Foram os detalhes que fizeram toda a diferença. O quanto se amou e se desejou ser amado. O quanto sofreram e se fizeram instrumentos da dor alheia.

Mas veja, neste mural existem fotos muito dolorosas que, por vezes, não sumiram da memória. Estes breves períodos passaram, por mais penosos que tenham sido.

Muitas fotos preenchem agora o teu mural. Vê? Momentos de tristeza profunda e agonia. Pessoas ingratas nas imagens te firam as costas. O abandono está por toda a parte.

Esse mural de muita dor existe na vida de cada um de nós. E, quando olhamos para o passado, é como se ficássemos parados na frente deste painel de imagens na parede de uma sala escura.

Você não quer isto? Quer? Vê como é fácil sair caminhando da frente deste mural. Desapegue-se lentamente das imagens, absorvendo apenas as experiências.

Continuamos depois... Muita luz!

Elésias, Guia e Protetor Espiritual.

Mentira

É incalculável o mal que a mentira gera. Desconfiança e devastação por onde ela passa, arrasando toda oportunidade da prática do Bem.

Quando sobre pessoas, espalha a calúnia e a fofoca, criando animosidade entre as pessoas do convívio comum.

Quando sobre eventos, divulga a ilusão e a falsidade, gerando testemunhos mistificados e enganadores.

Quando sobre objetos, lança sobre o materialismo o véu do desejo, formando levas de consumidores do supérfluo.

Livrando-se da mentira você conta com inúmeras vantagens. Falando sempre a verdade...

Quando sobre as pessoas, ganha a confiança e a credibilidade no meio social.

Quando sobre eventos, espalha o bom e produtivo testemunho dos acontecimentos.

Quando sobre objetos, adquire somente o que é necessário para o seu bem estar.

Livrando-se da mentira você se sentirá mais leve e confiante, vai ser mais verdadeiro consigo mesmo. Isso já seria um grande avanço!

Abraços!

Zircônio Araujo, antigo filisteu

Coração partido

Pobre criança que sofre por um amor não correspondido! Esqueça, desapegue. Nada no mundo te fará sentir melhor do que o afastamento desinteressado.

Permita que a pessoa que te magoou voe livre, para sentir, com o próprio ser, o amor verdadeiro.

O sofrimento que nos causa um coração partido, a dor física incessante é um chamado ao desapego, dói fundo na alma. Todos somos filhos de Deus, ninguém é nosso e nós não somos de ninguém.

Esse pertencimento doentio, espécie de posse do corpo físico, é base de tormento e perturbação para a alma ciumenta.

Liberte-se do ciúme, nada de bom ele o trará. É tal espécie de ratazana que se instala na mente e lá produz filhotinhos que se apoderam dos pensamentos.

Bendiga de coração quem lhe traiu. Mande ir com Deus o adultero (a), bem como o seu sedutor (a). Tu mereces mais e melhor, alguém do teu nível evolutivo, que te entenda e compreenda, te proteja e te satisfaça em todos os sentidos.

O sentimento doentio de posse pelo adultero (a) não é amor, é obsessão. O apego demasiado e cego é sinal inconfundível de fascinação. Leia as obras de Allan Kardec, aprofunde-se no estudo do mundo espiritual.

E logo verás que alguém interessante estava paciente à tua espera. Dizendo-te que te aguardava enquanto trocava passos confusos por aí a fora.

Abençoada tu sejas minha criança, desejo-te todo o amor verdadeiro!

Valentino, protetor dos Amantes

Viva o Sempre!

Acredite na vida futura, somente a esperança nela pode acalmar nossos corações.

Já fulgura no horizonte o amor que nos livra do mal, a verdade que nos mantém no caminho certo e a caridade que nos eleva a alma.

Resignemo-nos com o bem estar do necessário. O futuro é próximo, nele viveremos em espírito imortal, fazendo o bem a quem nos procurar.

Ínfimas criaturas, precisamos ainda evoluir, muito e muito, a fim de alcançar a presença do Mestre.

Andar em retidão é não se permitir cair na tentação, para que o erro não se aproxime.

Felizes daqueles que escolheram a porta estreita, a senda da renúncia. Para estes é reservado o dom de amar.

No futuro escolheremos mais e melhor, opções boas e úteis, afastando-nos do egoísmo material. Daremos mais, muito mais, do que recebemos.

Deus nos proverá! E lá, nas largas estâncias do amanhã, qual criança alegre estaremos juntos do Pai, no Seu regaço de amor e misericórdia.

Foge agora das ciladas da concupiscência e da sensualidade, afasta-te de toda tentação ardilosa, pois sem a tua renúncia nada alcançaremos.

Não se deixe iludir pelas maravilhas do materialismo, toda conquista econômica só é real na terra, saindo dela nada mais de pompa financeira existe.

Reconciliai com o teu coração, aceitando o que e quem é, sem exaltação da personalidade, sem exagerado amor próprio.

Fica com Deus Mensageiro,

Apleael, teu Guia.

Aos que te perseguem

O mundo social é feito de máscaras, disfarces inúteis e insensatos, que caem logo no atravessar o túmulo.

A sinceridade no agir e no pensar é condição essencial para a vida futura. O plano terreno, físico e material, é escola sublime para a prática do comportamento sincero.

A sinceridade nasce do desinteresse pessoal. Surge da vontade de ser quem se é, sem ocultação, sem negligência de si. É amar-se, proibindo a manifestação das imperfeições perturbadoras, é estudá-las e lentamente eliminá-las.

Os que perseguem verão sempre a máscara, jamais o ser sublime em busca de Deus, praticando os ensinamentos de Jesus.

Procure não se importar com isso, perseguidores nunca dormem em paz, são acometidos da inveja cruel. Perdoe-os, nada mais fazem a não ser pensar na vida dos outros. Deixe-os com as impressões que de ti ficaram, no futuro verão quem realmente és.

Aquele que julga pela máscara é condenado a viver de falsas impressões. Vive em realidade sinistra em que julga estar correto, mas permanece sempre com o falso testemunho sobre o próximo, caindo assim em erro grotesco.

Quanto a ti, não te importes com os julgamentos venenosos e cuide-se para não julgar. Lembre-se que aquilo que julgas insuportável no outro, nada mais é que espelho de tua própria alma.

Odeias nele o que detestas em ti. E te enfureces contra ele acusando-o de qualidades que julgas não ter, que por ele são tão bem usadas.

É preciso deixar o outro em paz e cuidar de si mesmo. Meditar sobre as próprias imperfeições e qualidades.

Deixe cair a tua máscara, sem medo, deixando fulgurar nos teus olhos a humildade e o bem estar que só são possíveis através de um caminhar com Jesus.

Deus te abençoe mensageiro,

Florêncio, um amigo espiritual.

Fazendo o bem

Estamos quase sempre confusos, estando imersos na matéria, não poderia ser diferente. Mas quando a insanidade lhe bater a porta, não fuja, encare o desafio de frente fazendo o bem.

Quando o mal te atingir, acompanhe-o, fazendo o bem.

Quando a preguiça te acompanhar, afaste-a, fazendo o bem.

Quando a mentira te perseguir, revele a verdade, fazendo o bem.

Quando a calúnia te magoar, esqueça, fazendo o bem.

Quando a ofensa te machucar, perdoe, fazendo o bem.

Quando o orgulho te humilhar, seja paciente, fazendo o bem.

Quando o caos te cercar, silencie, fazendo o bem.

Se teu coração intuir em teu íntimo a verdade, segue-a. Jesus, como farol que orienta, te intuirá, através de seus santos anjos os afazeres no Bem.

E, quando te encontrarem fazendo o bem, se rejubilarão, pois vêem diante de si uma videira que dá frutos e uma figueira que jamais secará.

Erga-te para o bem, hoje e sempre!

Apleael, Guia Espiritual do mensageiro

Capacidade de Servir

Jesus se fez servo para ensinar a humanidade. Ajoelhou-se e, com suprema humildade, lavou os pés dos discípulos.

Observemos, no dia a dia, quantas oportunidades de servir acabamos perdendo, por desatenção ou orgulho.

Estender a mão é um dever moral tão forte que nos conduz ao arado do Senhor. Os pequeninos do Senhor esperam as ovelhas de seu rebanho.

Mãos à obra, onde andeis buscai o socorro ao necessitado. O auxílio ao desamparado; o consolo ao sofredor; a cura ao enfermo.

Faça com que tua intenção não seja notada, entrega-te com amor e simpatia, Cristo te espera.

Não humilhe com o orgulho prepotente aquele que recebe as migalhas das tuas mãos. Ser realmente generoso é dar do que te falta. Se te falta tempo, doe tempo. Se te falta amor, doe amor. Se te falta dinheiro, doe dinheiro. Mas não dê do que te sobra, assim estarás alimentando somente o teu ego.

Vista a roupagem do que trabalha desinteressadamente, pelo bem do mundo, sem ostentação e sem propaganda. Dando da mão direita, sem saber a esquerda o que há nela.

Servir é fazer o bem sem esperar nada em troca, é curvar o interesse pessoal ao zero, é avançar pela senda da caridade.

Ariel, um servidor

quarta-feira, 12 de março de 2014

Quando tu amas...

Quando se ama, se ganha. Não existem meias verdades, somente o amor puro e verdadeiro nos conduz ao bem. Quando amamos não permitimos injustiças, estendem sempre as mãos.
Amem mais, amem muito, a fim de serdes amados.

TCI a partir do me smart fone.