quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Para afastar Espíritos que nos adoecem

Olá mensageiro, 

Recebemos o pedido, agradecemos amorosos a ajuda.

Entidades malévolas podem enfraquecer o nosso sistema imunológico através de sugações psíquicas e energéticas.

O que fazer nos casos em que a pessoa está constantemente doente?

Aqui seguem algumas tarefas que podem auxiliar no afastamento da entidade trevosa sem causar dano ao paciente .

Siga os seguintes passos:

1. Mantenha a fé, ore 3 vezes por dia;

2. Tome um chá após as 17 horas;

3. Coloque um copo de água limpa atrás da porta principal de entrada;

4. Dentro desse copo deposite um pedaço de carvão comum;

5. Aguarde;

6. O carvão vai inchar e afundar no copo d'água;

7. Quando o carvão estiver no fundo do copo e a água estiver turva, jogue tudo fora, despeje no meio da rua, na frente da casa em que está o paciente;

8. Na noite que jogou a água com o carvão fora, acenda uma vela branca, um incenso e coloque uma flor simples no mesmo lugar em que estava o copo.

Siga esses passos, caso não melhore o paciente, realize novamente o processo.

Não tenha medo, isso é um procedimento energético normal, o Espírito ruim se afastará.

Espera-se que a sugação energética termine.

Tudo vai ficar bem, estamos aqui sempre que precisar.

Lázaro, Espírito de um revivido.


terça-feira, 30 de agosto de 2016

Não há o que temer

Você está seguro pela Lei, não há o que temer.

Você sofre por não ter o que fazer, mas se prestar atenção é esse mesmo o caminho, o serviço pelos outros...

As vezes, por não saber o que fazer, você precisa simplesmente disso, não fazer nada, deixar que a vida o conduza por entre os poderosos círculos do amor.

Mas como fazer isso? Doar-se completamente! 



Não pense duas vezes, doe-se, além do mais tudo isso se recupera depois.

Estou falando direto para você médium...

Entenda que não existe outro caminho além do puro serviço ao próximo... É tudo o que você tem.

Você tem que dar o seu melhor, fazer o seu melhor, onde quer que vá.

Continue lutando, batalhando, se esforçando... que será recompensado, não tenha dúvida disso.

Existe outro detalhe, você imagina que está se sabotando, não é? Mas isso não é verdade, aprenda a descansar e não a desistir.

Onde houver a dúvida, não tenha medo de expor a verdade!

Onde houver o ódio, não tenha medo de expor o amor!

Onde houver o rancor, não tenha medo de expor a indulgência!

Todas as formas de manifestação respondem ao estímulo mental, se lhe agrediram, acreditem, você criou o estímulo, essa é uma verdade que precisas entender. 



O amor não tem limites... é uma questão de energia, quando estiver se sentindo mal, afaste-se, porque além de machucar os outros, você também irá se machucar.

O melhor a fazer é viver a vida, de maneira calma e regular, sem se distanciar, sem negligenciar o que existe.

Como podemos melhor esse sistema?

Acredite... pessoas machucadas machucam pessoas.

- Pessoas alegres alegram pessoas;

- Pessoas chatas chateiam pessoas;

- Pessoas curadas saram pessoas.

Veja, é tudo uma questão de vibração! Não crie expectativa e não se decepcionará.

Fique bem!

Júlio do Esperanto, Espírito tradutor da boa vontade



Noites traiçoeiras

Com a graça de Deus lhe ofertamos - Bom dia!

Não esqueça que na dúvida mora a resposta;

Que na dor mora a busca e que na tristeza habita a alegria. Fazer a vontade do pai é observar, sentir e habitar.

Pois vai a ti o Reino dos Céus, a calmaria na alma e a forma branda de paciência.

PARA TANTO, NÃO SE DESESPERE


Se a noite traiçoeira que abordar, afasta com a tua luz!

A felicidade é você!

O mal que te pega é o mal que você tem por dentro.

Você é a essência do saber. E precisa entender que tudo vai dar certo.

Se você é realmente luz a amor, vai perdoar a quem quer que seja, não importa o que falem, ou o que façam... Você sempre perdoará! Sempre!

Você é tratado da mesma forma que se trata.

Respeite-se e será respeitado.

São as mais variadas formas de olhar a nós mesmos que nos deixa para baixo. Sua mente iluminada é assim mesmo...

Vai refletir exatamente aquilo que o seu pensamento imagina.

Afaste-se da dor, você não é sadomasoquista, perdoe, mas não seja idiota para ficar exposta a quem te critica, respeite-se, ame-se e siga em frente.

Dê o seu melhor, de outra forma, nada vai mudar.

Fique com Deus.

Ashmor, Espírito


segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Irmão querido: psicografia de um desgraçado

Irmão querido, 

Nessas horas em que o remorso me consome, queria lhe dizer da dor que me consome.

A pistola destravada, a brincadeira, o disparo acidental.

Sei que não acreditas, mas foi minha irresponsabilidade que te matou o corpo.

Brinquedo novo, prateado e niquelado, um poder maligno nas mãos e a vontade de apontar-te a arma.

Maldita hora.

Gatilho leve demais.

Cápsula na câmara de tiro, projétil fumegante. 

Alucinado com a vida louca, não percebia a besteira em lhe apontar a arma. Naquela manhã eu falei com o pai, ele estava quieto, parecia saber que algo de muito ruim estava por vir.

O tio Alonso com aquela mania feia de ficar mostrando arma para todos, inclusive crianças e adolescentes.

A vó Augusta ainda me alertou para não mexer nas coisas do tio. Eu estava sendo avisado. 

Quando fui preso a mãe chorou, dois filhos de uma vez, a desgraça recaiu sobre nosso lar tão alegre. 

Meu temperamento difícil... Na cadeia arrumei bronca, infelizmente, com o chefe de uma gang... fui enforcado dia 14 de julho de 2015. 

Papai quase enlouqueceu quando recebeu a notícia... Era demais.

Eu vi tudo daqui, angustiado. Nada podia fazer, fui eu que disparei a arma, teria que assumir as consequências.

Na minha calça jeans, mãe, deixei um bilhete para a Gerusa, ela estava me ajudando na faculdade e tem algo que ela precisa saber.

Irmão, não sei onde você está, apesar de mortos, nos distanciamos... não consigo lhe encontrar.

Onde estiver, preciso do seu perdão, do seu amor, da sua compreensão.

Um conhecido me trouxe a essa sala, você não está por aqui, mas vejo seu Pedro vizinho de casa, quem sabe daqui a pouco nos encontramos...

Igor Grinmaldi Fernandes, Espírito de um culpado       

Você ainda está magoado, não é?

Bom dia!

Que os bons anjos do Senhor acompanhe a todos!

Queridos irmãos, 

Quero que pensem, nesse exato momento, se lembrem de um momento que o machucou muito no passado.

Conseguiram lembrar?

Doeu, não é? Ainda dói.

Agora, gostaria de pedir a vocês que pensem num momento de extrema alegria ocorrido no passado.

Emocionante, não é? Ainda hoje lhe traz alegria.

E se eu disser que nenhuma, nem outra coisa, aconteceram no passado, ambas estão no presente?

E se eu lhe disser que quando você viveu a situação, o momento também era chamado de agora?

Você sente isso?

Veja meu amigo(a), não se limite pelas garras da incompreensão e dos limites dimensionais.

Respire fundo, você não está sozinho, e estamos aqui para lhe dizer que se a dor está no presente, você pode curá-la.

Não a esconda, não se iluda, não pensa diferente... apenas observe.

Não dá para fugir de algo que nos machucou muito, está em nós, não dá para arrancar.

Essa dor, essa mágoa, está aí, não tente evitá-la, mascará-la e fingir que não existe.

A dor é verdadeira, não é? Então, compreenda que você tem que observá-la, conhece-la, estudá-la.

Você já se colocou no lugar do outro, daquele que lhe machucou?
Ajudou, não foi? Mas mesmo assim, não resolveu o problema, por quê?

O motivo é que perdão e fé precisam estar associados, você precisa acreditar que o perdão lhe trará benefício, entende?

Essa é a matriz da mente egoísta.

Só fazemos algo por interesse próprio, para o autobenefício, para a gratificação imediata ou a longo prazo.

Acontece que o perdão é para libertar você das amarras mentais. O perdão nunca é para o outro, mas para você.

Quando você perdoa o "outro" nada faz além de soltá-lo nas agarras de sua mente, você o liberta da história que você criou que, na grande maioria das vezes, não é a mesma história do outro.

Perdoar é libertar-se.

Perdoar e curar-se.

Perdoar é esquecer da história enganosa que criou.

Perdoe e seja feliz!

Namastê!

Criptyar Ademoley, Jovem Espírito de Próxima Centaura.





Como anda a sua energia?

Olá!

Você é uma vítima?

Ou você se responsabiliza por tudo o que acontece com você?

Alguns mentores revelam que a compreensão resulta num corpo equilibrado, outros dizem que é a humildade que desintoxica a sua alma do orgulho.

Mentores sempre divergem de opinião.

O problema é o seguinte: você é a natureza. Tudo em você é natural. E, felizmente, na natureza nada tem pressa.

Ou você já viu um árvore na correria por atingir o tamanho frondoso?

Cada pasto, cada ervinha, se desenvolve na sua velocidade natural. Tudo tem um tempo certo na natureza, cada pessoa tem o seu.

Não nos distanciamos de nós mesmos, somos os observadores mórbidos de tudo o que acontece.

Aquilo que o irrita, o controla.

Cada átomo do seu corpo sabe o que você está pensando.

Quando você reza: "Óh Senhor, dai-me paciência." Você está, de certa forma, mendigando e implorando por algo que já existe em abundância em você.

Você é a paciência, assim como pode ser a raiva.

Isso está em você decidir.

O que habitará o seu campo mental hoje?

Essa é a energia que traça uma assinatura energética em você. Por isso entenda:

- Não importa o que você fale, a energia o desmentirá;

- Não importa como você age, a energia mostrará quem realmente é você;

- Não importa como você pense, a energia emanará o que o coração sente.

"A boca falará daquilo que está cheio o coração" - Jesus.

Portanto, não se engane, a sua energia revelará quem você é, onde estiver.

Nos Yogasutras de Patãnjali existe o seguinte raciocínio:

"Você não é diferente das forças da natureza, você é a própria natureza;
Se você é outono, não conseguirá sentir-se como o verão;
Se você é inverno, não conseguirá sentir-se com primavera."

Ou seja, sinta primeiro o que você é, para só depois partilhar da sua energia através da compreensão, do amor, da generosidade e da compaixão.

Nakil Schaddar, Espírito de um peregrino astral. 





Descontentamento

Prezados, 

Por vezes sentimos uma terrível sensação, que nos desmotiva, que nos aprisiona e que nos melindra.

Esse é um terrível processo obsessivo, de nós mesmos para conosco.

É porque não estamos satisfeitos com o que existe.

E, o que existe, é a única realidade possível no plano físico. É justamente disso que o salto quântico trata, da existência.

Subatômica, quântica, sútil, molecular.

Se não aceitamos a realidade, tal como ela é, nos colocamos contra a consciência última do Universo, ou seja, ficamos contrariados, daí o descontentamento.

O desânimo, por sua vez, é quando o Espírito, vendo toda essa palhaçada, permanece atônito, porque nada pode fazer para apaziguar a mente e acalmar o corpo ansioso.

Por isso você é existência, não está separado dela, corpo, mente e espírito são os três alicerces da consciência.

É justo dizer que não estamos satisfeitos?

O que podemos fazer pelo bem dos outros?

Como é o mal que habita em nós?

Qual é o caminho que devemos seguir?

Veja, o contentamento surge da ausência do questionamento, as perguntas terminam, justamente porque não existe insatisfação com o que existe.

Aceitamos a ideia de que se as coisas existem é por que a ordem cósmica as pôs assim para que se cumpra a lei de evolução dos mundos e progresso das consciências.


O descontentamento é um sinal de desalinho com a existência, a depressão é a ausência de gratidão por essa mesma existência.

Prem Baba, ao ser perguntado sobre como é a sua iluminação, diz claramente que a existência só pode ser aprimorada por uma mudança interna de amor.

Quando nos damos conta de que o amor é a base de toda a mudança, percebemos que o que muda não é o mundo externo, não é a existência, mas o que muda é a nossa relação com a existência.

Não é fácil amar a existência. 

A existência é dura, dolorida, instável, insegura e impermanente. 

A mente é preditiva, por isso vai esperar algo mais da existência, só um coração amoroso pode aceitar a vida como ela é, com seus altos e baixos, com seus bons momentos, e dias ruins.

Se você acredita realmente que está ferido, você está.

Mas não é você que se feriu, é a imagem que você construiu de você que está machucada, essa história que anda em desalinho com a existência, não é a sua verdadeira história.

Qual é mesmo a história que você tem contato sobre si mesmo?

Relaxe!



 


sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Vai valer a pena

Grato!

Você tem necessidades... Mas as necessidades dos outros são mais importantes, aceite isso.

Conforme-se com os seus deveres, entre eles entender, compreender e doar-se.

Ande uma milha a mais.

Viva, não apenas sobreviva.

Você lutou para estar aí. A existência não existe fuga, contempla presença.

Não tema o que existe, porque não é a única alternativa.

Você é o que é, existe dessa forma, e a existência está lhe dizendo: vale a pena ser você mesmo.

Por quê? Ora, porque você é único.

Sinta-se livre para ser exatamente quem você é, somente assim você se encaixará na existência e abandonará a fuga.

Josiel, Espírito


quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Querida mamãe

Querida mamãe,

Hoje eu sonhei contigo. Sinto saudades. Me dá um dó te ver aí, exilada nesse planeta asfixiante.

Eu dei o melhor de mim mamãe, fiz o que pude para ajudar, mas infelizmente as drogas foram mais fortes.

O crack, a maconha, os picos... Poxa mamãe, nem os carinhos da minha mãozinha de seis aninhos te fizeram parar.

Aquelas ruas sombrias de Porto Alegre, calçadas geladas... e tu lá mamãe, deitada no chão, comigo sentadinha chorando ao teu lado.

Eu chorava mãe, lembra? Logo, logo tu acordava e gritava por pedra. Oh! meu Deus, eu ficava assustada, quando aquele homem te agarrava a força por troca de algumas pedrinhas no cachimbo.

Eu tentei mãezinha, tentei, disse que queria ser rica pra te tirar da calçada, quem sabe médica para poder curar as tuas feridas.

Mas não tive chance mãe, os teus vícios me derrotaram. Não vou desistir mãe, daqui a pouco nos encontramos novamente.

Todo mundo sabe que a vida não tem sentido, que o mundo não oferece um significado claro, mas reencarnamos para evoluir mamãe, para aprender.

Daqui eu vejo a dor, o sofrimento e a angústia da Terra. 

É gigantesco o tamanho da minha piedade. 

Na minha morte mãe, tu não estavas. O caxãozinho de madeira bruta, minhas mãozinhas entrelaçadas num tercinho de plástico, as poucas margaridas deitadas sobre uma rendinha barata de linho.

Fiquei feliz, porque colocaram uma cruz de madeira na cabeceira do túmulo, você também não estava lá.

Mãe, não senti mais frio. Chorei porque nem a minha falta tu sentiu, mas tudo bem, eu sei que a droga desvia a atenção.

Talvez seja o céu, onde estou, tenho a sensação de ser bem melhor.

Aqui tudo é perfumado, as pessoas estão sempre sorrindo, contando piadas e nos abraçando, aqui tudo é luminoso e a alegria me acompanha sempre, sem nunca me abandonar.

Eu queria muito que tu viesse pra cá mãe, mas não posso mudar a tua vontade.

Peço a Deus todos os dias por ti mamãe, sei que ele vai te ajudar a sair dessa. Quando tu sair desse corpo esfarrapado eu vou estar aqui te esperando, fica tranquila, jamais te abandonarei.

Obrigado por me amamentar quando nasci; obrigado por me embalar quando chorei de fome; obrigado por me dar "tampinhas" de garrafa pet com água misturada com farinha, foram as minhas melhores papinhas.

Agradeço pelos retalhos de calça jeans, que tu pegavas do lixo, rasgando-as em tiras, para fazer minhas fraudas, Obrigado! Ainda sinto o cheirinho do pano, era uma sensação muito boa.

Agradeço por cada abraço nas noites frias e, mesmo tremendo de frio, não deixou que eu congelasse. Obrigado!

Eu fiquei sabendo mamãe, por aqui, que existe um grupo de pessoas importantes que estão se reunindo para erradicar as drogas da Terra, mas me disseram que ainda vai um bom tempo.

Tchau mamãe, te desejo toda sorte do mundo.

Alice, Espírito de uma menina de rua.

Foto: Pôr do sol em Arakan Norte Cotabato Filipinas

Cotabato (anteriormente conhecida como Cotabato do Norte) é uma província das Filipinas localizada na região de SOCCSKSARGEN, em Mindanao. Sua capital é Kidapawan e sua população é de 1 226 508 habitantes.
Wikipédia.

Foto de www.1zoom.meNota do Médium: Gente, o medidor do campo Eletromagnético foi ápice 5, coletei mais de 20 EVPs só nesta breve comunicação. Pela vibração não é qualquer Espírito, mas alguém que através dessa prova (última reencarnação em Porto Alegre) foi elevado a categorias morais muito elevadas. Sua presença levou imediatamente às lágrimas todos os que estavam na sala. Impressionante! 

  


Silêncio mental

Algumas coisas se resumem a percepção.

Você não é o seus pensamentos.

Também não é a sua mente.

Foto: "Meditation" the biggest power ever in this universe.Você manifesta a natureza. Tudo em você é orgânico e material, a organização é natural e simples.

A mente complica tudo.

A mente é barulhenta.

A mente não é natural. 

As sinapses neurais existem para resolver exigências do corpo.

Elas nos ajudam a caminhar, coordenam nossa digestão, comendam a circulação.

A função do cérebro é comandar o sistema nervoso, e não criar mais problemas e desafios para deteriorar ainda mais os nervos.

Veja! Acorde! O sistema o está usando como uma pilha energética. Usa toda a sua dedicação para ampliar uma civilização global que está destruindo cada vez mais o meio ambiente.

Existem dois caminhos prováveis: um é o do amor e o outro é o do ódio.

A mente servirá ao ódio;

O coração (alma) servirá ao amor;

Se você racionalizar qualquer evento, estará julgando, condenando e, portanto, servindo ao ódio.

Se você for gentil, compassivo e atencioso, estará agindo com bondade e, portanto, servindo ao amor.

Ao desbloquear os chacras você cria um amplo campo de energia individual, rica em detalhes, fonte inesgotável de bem estar.

Foto:

Veja que para isso, você não precisa de Deus, você precisa é de você.

Ninguém o salvará a não ser você próprio.

Aprenda a viver no mundo da alegria, do amor e da calma, que a paz surgirá naturalmente no teu semblante.

Sinta-se absolutamente livre para ser engraçado, chocante, vibrante e alegre!

Osho, Espírito de um Buda Púrpura




Abençoa ainda mais!

Alegra-te!

Alegra-te por não teres que revirar o lixo atrás de alimento;

Foto: RECONCILIAÇÃO....

Há uma interessante passagem evangélica na qual Jesus recomenda que o homem se reconcilie o mais depressa possível com seu adversário.
A reconciliação deve se processar enquanto ambos estão a caminho, para que um não entregue o outro ao juiz.
Porque o juiz poderá entregar o culpado ao ministro da justiça, que o colocará na prisão.
Se isso ocorrer, as celas não se abrirão enquanto não for pago o último ceitil.
Trata-se de imagens fortes, que chamam a atenção para a importância da convivência equilibrada.
A vida na Terra é uma fecunda e importante escola.
Espíritos de personalidades e valores diversos são colocados lado a lado.
O resultado deve ser o aprendizado e o crescimento de todos os envolvidos.
A convivência nem sempre é fácil.
Na vida social, costumam surgir desacertos.
As ideias e os objetivos costumam ser diferentes, mesmo entre pessoas de boa vontade.
Comumente se afirma que a convivência entre certos indivíduos é difícil por serem inimigos espirituais.
Nessa linha, teriam um passado de erros em comum a justificar a animosidade presente.
Essa hipótese por vezes é verdadeira.

Entretanto, em geral, os desentendimentos de hoje decorrem mais de imperfeições e vícios do que de real inimizade pretérita.
Vaidade, orgulho e egoísmo respondem pela ampla maioria das querelas do mundo.
Não importa o passado, seres generosos e humildes sempre encontram um modo de conviver de forma respeitosa e pacífica.
O problema não reside no ontem, mas no hoje que pode se desdobrar no amanhã.
Importa adotar comportamento digno e fraterno, para seguir livre.
A lei divina é perfeita e cuida de todos.
Ela jamais é burlada, mesmo no mais ínfimo ceitil.
Mas é programada para o progresso e a felicidade dos seres, não para punir e infelicitar.
Daí vem a magna importância da exortação de Jesus.
Seres imperfeitos erram e se atritam.
Dos embates e dos pontos de vista divergentes, o progresso pode surgir.
Contudo, limites se fazem necessários nesse processo de divergência.
A vida precisa ser levada de modo que o coração não se replete de mágoas.
Está-se em uma escola, não em uma batalha campal.
Os outros são irmãos, companheiros de jornada, embora por vezes pensem e ajam de modo diverso.
Acima de qualquer coisa, é preciso manter-se digno e fraterno.
Quando o semelhante erra, perdoá-lo de coração, sem impor condições humilhantes.
Quando se erra, arrepender-se, pedir desculpas, reparar e seguir adiante.
Só não convém esperar a incidência da Lei, por entre mágoas e vaidades.
Porque é aí que surgem as grandes dores, destinadas a dulcificar o coração que se fez orgulhoso e ressentido.
Pense nisso.
Paz e Luz!
Por Redação do Momento Espírita.

Alegra-te por não dormires ao relento;

Alegra-te por não ter que pedir esmolas;

Alegra-te por não ter que implorar agasalho em dias frios.

Abençoa ainda mais:

Se tendes que buscar o alimento na rua para alimentar teus filhos;

Se tendes que dormir na calçada para sobreviver mais um dia;

Se tendes que humilhar-te para ganhar a humildade de algumas moedas,

Se tendes que pedir roupas usadas para te fortaleça a modéstia.

Em tudo dai graças.

Seja grato pelo pão, mas pede pelo que não o tem;

Seja grato pelas vestes, mas ora pelo que passa frio;

Seja grato pelo dinheiro, mas doa o que te sobra;

Seja grato pelo lar, mas reze pelos indigentes.



O que te parece pouco, é abundância para muitos;

O que te parece barato, é material de luxo a outros;

O que te parece vergonha, é necessidade aos que perambulam;

O que te parece supérfluo, é luxo para quem nada tem.

Mesmo no limite de tuas forças, abençoa ainda mais, porque se para ti parece pouco, para outros nada resta.

Esforça-te por agradecer e abençoar ainda mais.

Plínio e Adamastor, Espíritos guia  

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Onde os seus demônios se escondem?

Olá!

Sempre haverá uma parte invisível de você.

Essas características você não vai ver. É impossível. É uma presença interna, uma atitude inconsciente, que os outros julgarão, mas que você não enxerga.


Agora é hora de relaxar.

É hora de esperar.

Você está lá, como o observador. Não como o inquisidor de si mesmo.

Reflita comigo!

Se existe uma parte de você na qual você não enxerga, essa parte pode ser boa ou ruim, não é?


Ou melhor, essa sombra pode esconder demônios e anjos, defeitos e virtudes.

Portanto, você não tem uma exata imagem de si mesmo; muito menos os outros sobre você. 

Por que o problema não estão nos seus "demônios", mas no julgamento. Quando você detecta um defeito em outra pessoa, esconde mil que existem em você.

Mas quando você identifica um demônio em si mesmo, reconhece um defeito que não sabia que tinha. 

Vasculhar o seu lado invisível só é possível com a emancipação da consciência, não dá para enxergar, nem para observar.

Existem escolhas que fazemos que não nos representam de forma clara e correta. Agimos por impulso, seguindo o momento, sem racionalizar.

Bom, esse é o plano. Esse é o caminho. 

Aceitando plenamente o estado real do momento nos comprometemos com a transparência do nosso lado obscuro, prestando atenção na nossa energia.

Por isso que a melhor religião é a bondade, é a gentileza, é a mansidão e o amor.

Você tem a habilidade de acessar o infinito.


Se você é fonte de energia, e essa energia pode ser boa ou ruim, como podemos saber qual é a qualidade da energia que emitimos?

Se essa energia partir de uma parte "demoníaca" nossa, então ela tende a ser prejudicial aos outros. 

Se essa energia partir de uma parte "virtuosa" nossa, mesmo sendo invisível, ela será benéfica aos outros.

Então, a sua assinatura vibratória é a sua freqüência, e essa vibração é o que define a sua sintonia com o Universo. Resultando na manifestação de quem você realmente é.

Muita paz e luz para todos!

Bashar, Espírito benfeitor dos campos vibratórios 





Nervos de aço

Você já ouviu falar naquela pessoa que não se aborrece por nada?

Pois bem, ela está doente.

Quando a pessoa vira chacota de todos, sofrendo os mais variados tipos de abusos, sem reclamar, sem reagir, ela está destruindo o seu próprio sistema nervoso.

Mas quais as vantagens disso?

Aprimoramento da paciência?

Aprendizado.

Aquele que recebe, imperturbável, o insulto, está em processo de aprendizado.

Está aprendendo a amar.

E isso, meus caros amigos, infelizmente custará sua saúde. Ninguém é de ferro, vai machucar, vai magoar, vamos sofrer, vamos chorar...

Mas finalmente... não vamos revidar.

E aí reside a cura: O PERDÃO.

Existe um outro lado do orgulho, que se chama humildade plena. Nesse estado o espírito não almeja nada, não deseja, não imagina coisas, não contraria, não problematiza e não questiona nada... 

Pelo simples fato de estar em SILÊNCIO.

Não age contra o fluxo cósmico, não anda na contramão. Quando algo não virtuoso se aproxima, o espírito se afasta gentilmente. 

E essas virtudes: O PERDÃO, A HUMILDADE E A GENTILEZA ainda não são bem compreendidas nesse mundo de provas e expiações.

Praticando-as, tornamo-nos mais fortes, conscientes de nós mesmos, silenciosos e calmos.

Esse é o caminho e sempre será.

Eu sei que você está passando por uma fase confusa, difícil e, muitas vezes, desesperadora. Saiba que esse é o fermento da vida, é assim que as virtudes amadurecem e se desenvolvem.

Agradeça por toda a dor que chega, pois ela chega para te melhorar, para te aprimorar.

Preste atenção ao vídeo:



Saiba que em alguns momentos, vai ter que enfrentar momentos turbulentos, mas que tudo o que fazemos é por um sentido sublime, coloque-se no lugar do outro.

Esse é teu brilho: Cala-te e espera!

O silêncio e o perdão ainda são as duas formas mais potentes de doação.

Doe-se e o Universo se renderá aos seus pés!

Thiago, Um espírito do calvário




terça-feira, 23 de agosto de 2016

Insegurança

Irmãos,

Você tem medo da insegurança? Então saiba que a insegurança surge do medo.

Um não existe sem o outro. O problema é que a segurança se prende à ignorância do não saber, do não controle.

Toda vez que você se sete insegura é por causa de não saber o que irá acontecer, de não estar preparado ou ao menos de ser ignorante a determinado tema.

Portanto, não a impermanência torna tudo inseguro, a única certeza que você pode ter é a incerteza.

Saiba que se você se flagrar inseguro, admita que não existe outro meio além da insegurança. Aceite que não é possível prever e controlar o futuro.

Veja não não importa a quantidade de planos para o futuro, a vida sempre irá nos decepcionar.

Criar expectativas é a mesma coisa que tentar controlar o que é incontrolável. Até o próprio termo segurança é instável, porque demanda controle, coisa que não podemos ter neste planeta.

Mas como ter estabilidade num mundo inseguro, aceita a incerteza, a insegurança, como um caminho a seguir, fazendo a vontade dos Céus, respeitando a existência.

Nosso mundo só é inseguro porque gostaríamos que outra coisa acontecesse nele, mas nada acontece como queremos, então porque buscamos segurança?

Se estamos seguros de nós mesmos, isso significa uma certa segurança interna, mas para chegar lá é preciso abdicar de tudo.

Chegar a um ponto final, uma rua sem saída, para poder parar e encontrar conosco mesmo.

E esse eu fundamental surgirá autônomo diante de ti e lhe mostrará, com clareza, que mesmo nas situações mais críticas da tua vida, não é você que está no controle, mas o verdadeiro eu que é o co-criador de tudo. 

Se você não sabe quem é, sempre se sentirá inseguro.

Confiança surge do auto-conhecimento.

Aceite a realidade como ela é, qualquer caminho que você tomar será o caminho verdadeiro.

Galateus Herminius, Um pretor romano em busca de redenção. 




Psicografia de um aleijado

Dói, meu amigo, dói muito. 

Passei a última vida sentado numa cadeira de rodas, sem mexer nem braços e nem pernas.

Os únicos movimentos que fazia eram do pescoço para cima.

Nasci assim. Os médicos me disseram que durante o parto, minha cervical foi esmagada, me deixando tetraplégico.

Nasci numa família pobre. Uma pequena casa de madeira num bairro sem pavimento, esgoto a céu aberto e muitos vizinhos doentes.

Sentia o odor do esgoto a céu aberto todo dia pela manhã, olhava pela janela do casebre imaginando a sorte que o sol tinha de ser tão perfeito. Olhava ao lado e via meus pais dormindo numa minúscula cama.

Eu dormia numa cama larga de ferro doada pelos vizinhos, que ocupava um espaço precioso no quarto dos meus pais. 

Tive irmãos. Dois morreram, um de câncer e o outro atropelado. Ficou apenas eu e uma prima, que meus pais adotaram, porque sabiam que sua mãe era usuária de crack.

Eu costumava dormir escutando o choro abafado do pai e da mãe, porque não tinham dinheiro para os meus analgésicos e por ganharem pouco.

Minha mãe vendia balas no semáforo e meu pai era auxiliar de obras.

Meu coração, vendo tudo isso, sofria de angústia. Eu queria muito ajudar, mas não conseguia me mexer. 

Alguns visitantes vinham até nossa casa, nos davam alimentos, e falavam de Deus. Era um momento interessante, que só fazia refletir ainda mais a nossa miséria.

Com 14 anos a tetraplegia começou a inflamar as articulações, causando-me dores insuportáveis.
Resultado de imagem para casebre de madeira miséria pobreza

Eu fazia de tudo para calar a boca, mas os gritos saiam mesmo que eu fizesse um esforço brutal para impedi-los.

Um dia meu pai me abraçou e disse: 

- Filho, Deus é justo e bom, tenho certeza que toda essa dor, que todo esse sofrimento tem uma explicação, tem que ter filho, tem que ter.

Mas não foi o que ele falou que me chocou, mas "como" ele falou.

As suas palavras foram mais fortes do que qualquer morfina, sua voz me tranquilizou, aliviou as minhas dores e eu dormi a tarde inteira.

A partir daquele dia esperei cada minuto pela minha "explicação".

Acontece que eu sei o quanto ele sofria. A privada sempre entupida, o choro sempre contido, a paciência sem igual.

E eu ali, torto, incapaz. Digo hoje, com toda a certeza, que foi unicamente o amor dos meus pais que me manteve vivo.

Aos 47 anos, as despesas com fraudas, esgotado pelo tédio da exata rotina, do mundo que a tempos já havia desmoronado, meu pai tombou na cozinha suja, caiu dormindo no chão, para nunca mais acordar.

Escutei o barulho, já pressentia, gritei o mais forte que pude. Minha mãe chorou ao vê-lo deitado no chão.

Eu só lembro de escutar ela chorando e perguntando:

- Por que meu Deus?? Porque a gente?

O infarto fulminante tirou meu pai de mim. Arrancou da minha vida uma das poucas fontes de alívio. Papai descansou aos 69 anos.

Minha mãe continuou a cuidar de mim, minha prima adotada como irmã desapareceu para nunca mais voltar.

Quando concluí 50 anos, morando no mesmo casebre de madeira úmida e apodrecida, me senti muito febril e tossindo sangue. Uma pneumonia me visitava, arrebatadora, violenta... 50 anos depois de ter nascido, finalmente morreria.

Então, naquela tarde fria de outono, minha mãe ao lado da minha cama, um cobertor barato de napa enrolava meu corpo já completamente atrofiado.

Por alguns minutos bateu uma sonolência, começando pelas minhas extremidades, meu corpo adormeceu resfriando-se todo.

Fechei os olhos e adormeci. Imediatamente comecei a sonhar. Sonhei que estava no mesmo lugar, naquela cama e minha mãe chorando ao lado. No sonho me senti leve e não conseguia ver o meu corpo.

Parecia que só a minha visão funcionada. Vaguei sem conseguir ver meu corpo. A dor parou. Fui na cozinha, na sala e na calçada da frente, sem fazer nenhum esforço, apenas com a minha visão.

Lentamente me dei conta de que não consegui mais voltar ao corpo, que eu estava consciente e que não estava sonhando. E então fiquei observando. Nada mudou. 

Eu estava livre da minha prisão. Fiquei feliz. E junto com a euforia vieram as memórias. Veio a tão esperada explicação. 

De relance eu vi meu pai encostado na porta, me esperando; ele apenas me olhou, sem dizer nada.

E eu disse:

- Pai! Agora eu sei! Eu sei o porque de ter passado uma vida inteira aleijado.

Meu pai também estava feliz, e decidimos nunca mais causar dano a ninguém, nunca mais.

Finalmente nos perdoamos, o amor do meu pai apagou todo o ódio daquele tiro pelas costas, e eu aprendi, aprendi a nunca mais deflorar a mulher dos outros, principalmente destruindo uma família feliz.

Não seja o outro. Não seja a outra. Não cobice a esposa do próximo. Não seja amante do marido de uma esposa feliz. Vai por mim, não vale a pena.

A dor passou, dívida paga, bola pra frente, Graças a Deus.

Matheus Calighari de Gusmão, Espírito de um ex-tetraplégico. 


    

Pressão psicológica

De todas as formas de manipulação, a pressão psicológica é a pior delas.

É uma mente dominando as demais.

É quando uma ideia tenta se sobrepor a todas as outras.

É quando a vontade de alguém que tem poder se projeta sobre os demais sem se importar com o ritmo de cada um.

É que a mente projeta vibração e, dependendo da frequência, a sintonia abala toda e qualquer relação afetiva.

E tudo o que está em jogo é afeto.

De tal forma que os transtornos da afetividade são os piores distúrbios mentais estudados. Entenda que somos alma, força imaterial que em princípio está machucada, magoada e ainda muito carente.

Mas se percebermos que existe um observador por trás de tudo isso, um espírito imortal que registra e ama, que não julga, que não condena, nos damos conta que os sentimentos sublimes são virtudes impregnadas de ação poderosa.

O amor se torna fonte inesgotável de energia;

A gratidão se torna fonte infinita de ação;

A misericórdia se torna forte ilimitada de perdão;

A paciência se torna fonte primordial de tolerância;

A coragem se torna fonte interminável de indulgência;

A caridade se torna fonte eterna de fraternidade.

Todas as virtudes existem para curar.

A tua virtude é teu melhor remédio, não precisa de mais nada, a tua virtude te trará a paz.

Essa virtude se tornará luz. O mérito surge da partilha de luz.

VOCÊ É AQUILO QUE É, NADA VAI MUDAR A SUA ESSÊNCIA, A NÃO SER SEU COMPROMISSO EM MELHORAR-SE.

O que você procura em si mesmo? A simplicidade? O amor? A paciência?

Seja lá o que estiveres procurando, Deus te dará exatamente o que busca.

Fique com Deus!

Padre Simeão, Pregador da Paz

Percepções além da matéria

A inteligência extraterrestre, encarnado na Terra, com o nome de Nicola Tesla, disse o seguinte:

"Se o que queres é descobrir os segredos do Universo, pensa em termos de energia, freqüência e vibração."

O que percebemos com os nossos 5 sentidos é limitado. Mas é tão limitado, tão restrito, que toda a percepção confiável não provém dos sentidos físicos, mas das nossas faculdades sensitivas.

A percepção além da matéria é confiável, nítida e evidente, mas o problema é que a grande maioria das pessoas não confia nela.

Logo, nos colocamos num paradoxo: ou tudo é matéria, ou tudo é criado a partir de uma ideia que constrói a matéria.

O nada não pode surgir do nada, se alguma coisa existe, sua existência sempre será e sempre estará.

A inteligência no nosso planeta chegou a um ponto perceptivo, principalmente através das artes (música, cinema, teatro, pintura, escultura, etc.) que vai além dos 5 sentidos convencionais.

Esse ponto inteligente consegue identificar a complexa teia de acontecimentos que é a causa de todas as causas.

O homem, portanto, ainda é infantil em correlacionar a existência com o que é real, fato, imutável e incorruptível.


Nisso o homem é imaturo, porque não entendeu onde se encontra a divindade, e Deus, não é tão complicado quanto parece.

Deus é as leis naturais; assim como é a causa de todos os eventos e onde quer que esteja a criatividade, lá estará Deus.

Quando você sente algo profundamente, num frenético despertar da consciência você está, na verdade sendo visto e vendo a Deus.

Deus portanto é imaterial, é ausência de busca, é despertar, é jamais implorar por gratificação.

Você já se apaixonou, não é? Lembra-se da sensação de estar flutuando quando pensa na pessoa amada? A sensação emocionante de estar envolvido e ser correspondido.


De fato, quando você percebe que todas as coisas acontecem por si mesmas, que não precisam da nossa interferência, vai perceber que não precisamos fazer absolutamente nada, a não ser, perceber e observar.

A vida é dada, sempre existirá e, para isso, basta amar. É o chamado do amor que não podemos desconsiderar. Um vez atendido o chamado do amor, a gentileza e a compaixão aflorarão naturalmente e você se destacará pela simplicidade da presença.

Lembre-se disso: a simplicidade da presença.

Um grande abraço da amiga,

Love Lace, Espírito do carinho.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

CULPA

Bom dia!

Hoje falaremos de culpa. Assunto muito delicado e que precisa ser bem conceituada para não causar equívocos.

A culpa é um sentimento. 

A culpa é construída ao longo da história do indivíduo.

Quem constrói a culpa é o próprio indivíduo.

Ele vai montando seu painel de culpa através dos seus fracassos, de seus insucessos, de suas falhas e enganos.

A culpa fica enraizada na mente. Culpa está diretamente associado ao orgulho.

Quando você se sente culpado, é o peso dos erros do passado que está falando mais alto.

Aí você deixa a culpa controlar. Mas a culpa não faz o serviço sozinha, alguém que é consciente de tuas "dívidas" morais, o manipula, porque você se sentirá culpado e se torna marionete em suas mãos.

Não se sinta culpado, por que isso é se ater ao passado.

Livre-se da culpa perdoando-se, sinceramente, reconhecendo que hoje você é uma pessoa diferente.

A culpa é sua inimiga, vai fazer você sofrer e, tal como qualquer bom inimigo, vai permitir que você veja onde errou e como resolver.

Culpa é uma tomada mental. Se o seu interlocutor o tomar pela culpa você não terá saída.

Mas se a culpa não habita a sua consciência, ninguém o fará mudar de atitude, por nada.

Se nós construímos nossa própria culpa, também podemos nos livrar dela, e o único meio é o auto-perdão, a aceitação.

As suas cicatrizes doloridas são exemplos clássicos de culpa inconsciente. A boa notícia é a que a culpa pode ser desfeita, você pode diluir a culpa na autoconfiança.

Foto: Que culpa tem? ????????? bom diaaa, a todos! semana feliz pra vocês! doces beijinhos ♥ de cada um ( a ) ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆ ☆

Entenda que tudo o que você fez, que é resultou em culpa, foi na verdade ação imediata da consciência cósmica divina e isso você não controla.

Sentir culpa é completamente inútil.

Faça o melhor que você pode hoje, agora, ame quem está ao teu lado, neste exato momento. Ofereça tudo que tem, abrace, perdoe, elogie, conte piadas elevas, alegre...

Aquele que leva alegria ao outro, ilumina a própria consciência!

Que a Paz do Senhor esteja contigo.

João, Espírito de um ungido.